DestaquesNoticias

NOTA DE PESAR: CATEGORIA DE LUTO

SINDASP PE em luto pela morte do guerreiro agente penitenciário Roberto Murilo

O Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária e Servidores do Sistema Penitenciário   de Pernambuco – SINDASP vem externar solidariedade aos familiares e amigos do Agente Penitenciário Roberto Murilo, que teve sua vida ceifada no início desta segunda-feira, 19 de março, durante tentativa de fuga do Presídio ASP Marcelo de Araújo (Pamfa), que fica dentro do Complexo do Curado, bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife.

A morte é um alerta para a falta de efetivo dentro das unidades prisionais. Na ocasião havia apenas um agente na permanência e outros cinco em todo o presídio, número insuficiente de servidores públicos para a quantidade de presos. O agente penitenciário Roberto Murilo Almeida de Oliveira, de 37 anos, chegou a ser socorrido para o Hospital Otávio de Freitas (HOF), mas não resistiu ao ferimento e morreu. Ele deixa a esposa grávida e um filho.

 

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

SINDASP-PE– SINDICATO DOS AGENTES DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIA E SERVIDORES NO SISTEMA PENITENCIARIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA.

A Diretoria do SINDASP/PE, conforme previsto no Estatuto do SINDICATO DOS AGENTES DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIA E SERVIDORES NO SISTEMA PENITENCIARIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO e suas alterações estatutárias, e posteriores, 1ª convoca todos os filiados pertencente a base territorial para a seguinte ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA abaixo elencada nos seguintes itens, 1. Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada em 1ª Convocação às 15 h00min e em 2ª Convocação às 15 h 30min, que instalar-se-á conforme previsto no artigo 20, do Estatuto do SINDASP/PE, no dia 23  de Março de 2018 (sexta-feira), na frente do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros, complexo curado. Esta Assembleia Geral ordinária irá ser realizada, conforme previsto no artigo 24, § 2º do Estatuto do SINDASP-PE, para deliberação e Decisão somente no previsto com a seguinte ordem do dia.

1.  exigir que o Estado crie do decreto emergencial para que em julho de 2018 ,comece o curso de formação para preenchimento de 500 vagas para o cargo de agente de Segurança penitenciária;

2. Caso o estado não faca emita a devida resposta e a emissão do decreto emergencial para a convocação de vagas , poderá ser deliberado um
Paralisação de serviço ou deflagração de operação pela legalidade,;

3. A categoria pode deliberar por mobilizações ;

4. O Estado adquira os 1.000 coletes balísticos, cujo dinheiro recebeu do Depen;

Recife, 19 de março de 2018

João Batista de Carvalho Filho

Presidente do SINDASP-PE

DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDASP-PE

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária e Servidores do Sistema Penitenciário -SINDASP PE repudia a posição do Secretário de Justiça Pedro Eurico em informar que o Presidente do Sindicato João Carvalho está faltando com a verdade e classificou como: “Mentiroso”.Informamos que o agente Roberto Murilo foi morto sim por tentativa de fuga do detento Luiz Jonas da Conceição que tomou a arma do agente penitenciário e matou. O mesmo não permitiu a evasão de outros presos por causa da luta corporal e o barulho do tiro .

Este fato fez com que os agentes que encontravam- se em outros setores saísse para a defesa.

A todo o momento mostramos a verdade é denúncias realizadas no último domingo de presos trabalhando no setor de segurança do Pjallb.

Estes presos facilmente pode tomar armas de agentes e provocar uma fuga em massa.

A informação do secretário Pedro Eurico de ser caso isolado e ofender o Presidente do Sindicato mostra inverdades.

No ano passado presos tentaram tomar a permanência do Presídio Frei Damião de Bozzano que levou a dois agentes penitenciários feridos e um preso morto.

Estes fatos estão acontecendo com gravidade e sequênciado.

As denúncias de vídeos são mentirosas?

Os sinistros com agentes feridos e presos mortos são mentirosos?

Os fatos já se mostram. O Estado que inaugurar o Presidio de Itaquitinga . A pergunta que deve ser feita é de onde será tirado os agentes penitenciários que irão trabalhar no presídio.

O concurso está travado, pois o Estado não cumpriu o estabelecido com o sindicato. Tem um acordo assinado de um concurso inicialmente com 200 vagas no ano de 2016 .

Informamos que o Estado não cumpriu oo acordado e pior só em 2017 fez um edital para 89 vagas.

Então, outra questão mostrada é que o assinado não foi cumprido.

Finalmente, o Sindicato repudia todas as palavras do Secretário, pois está sendo mostrado as verdades .

Ao contrário do Estado que não cumpre o prometido e pior ofende com inverdades ao atual presidente que falou com a verdade.

Diretoria Executiva do SINDASP PE

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar