FOLHA PE – FRAGILIDADE NO SISTEMA PRISIONAL É UMA DAS CAUSAS DA MORTE DE DETENTO

FOLHA DE PERNAMBUCO – O dia de ontem foi de explicações após o assassinato do detento Anderson José do Nascimento durante uma briga no Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima. Além de expor fragilidade do sistema prisional, o caso teve um agravante: a vítima deveria estar em liberdade 12 dias antes, mas o alvará de soltura, expedido pela juíza Andréa Cartaxo, da 2ª Vara Criminal de Jaboatão, em 22 de outubro, não foi cumprido por falta de uma tornozeleira eletrônica.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar