DestaquesNoticias

ENTIDADES DA SEGURANÇA PÚBLICA REUNIRAM-SE NO MINISTÉRIO PÚBLICO

 

Diante das últimas arbitrariedades cometidas pelo Corregedor Geral da SDS, Servilho Paiva, diversas entidades de representação de classe, fundamentalmente ligadas a Segurança Pública de Pernambuco, estiveram no Ministério Público de Pernambuco (MPPE), nesta terça-feira (30.08.2016). Na oportunidade, Policiais Civis (SINPOL), Agentes Penitenciários (SINDASP-PE), Guardas Municipais (SINDIGUARDAS), Policiais Rodoviários (SINDPRF), Delegados (ADEPPE), além dos Policiais e Bombeiros Militares (ACS/ASPRA), decidiram se unir e apresentar uma ação conjunta ao MPPE, combatendo essa postura.

Foi apresentado um dossiê e protocolado pedindo uma ação do Ministério Público junto a Corregedoria da SDS, que será encaminhado a Promotoria da Central de Inquéritos.

O encontro no Ministério Público, que além das entidades supracitadas contou com representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, da Associação Brasileira de Advogados Criminalistas (ABRACRIM-PE), representantes do SINPOL-PE,  ADEPPE, SINDPRF, ASPRA-PE, SINDASP-PE e SINDGUARDAS se reuniram para traçar uma estratégia de mobilização conjunta, tendo como principal objetivo o diálogo com a sociedade, maior prejudicada com o desgoverno no alto comando da SDS.

Representantes das Entidades com o Deputado Estadual Eduíno Brito

Os representantes das Entidades de Agentes Penitenciários, Policiais Civis, Policiais Militares, Bombeiros, Guardas Municipais, Policiais Rodoviários Federais fizeram uma peregrinação nos corredores da Alepe e conseguiu- se momentaneamente retirar de pauta o título de  cidadão que ia ser votado para  dar ao Corregedor Servilho Paiva. Porém, pode ser colocado em pauta nos próximos dias.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar