Home Destaques DENÚNCIA DO SINDASP-PE SOBRE FALTA DE EFETIVO ECORRÊNCIA NO PRESIDIO DO PAMFA

DENÚNCIA DO SINDASP-PE SOBRE FALTA DE EFETIVO ECORRÊNCIA NO PRESIDIO DO PAMFA

DENÚNCIA DO SINDASP-PE SOBRE FALTA DE EFETIVO ECORRÊNCIA NO PRESIDIO DO PAMFA
0
0
Os agentes penitenciários conseguiram impedir a entrada de materiais ilícitos que foram arremessados por pessoas pelo lado de fora, na última sexta-feira , as 9:45 h.
O trabalho de apreensão dos ilícitos foi conseguido por agentes penitenciários que apesar da falta de efetivo na unidade e em outras unidades.
Hoje o Estado tem 23 unidades prisionais e 55 cadeias públicas com o efetivo de 1.489 agentes penitenciários, onde o Estado de Pernambuco tem a pior proporcionalidade de presos por agentes penitenciários, que é de 20,89 presos por 1 agentes penitenciários.
Porém, tem unidades que chega a proporção de 200 presos por agentes penitenciários, como no PAMFA, que tem 1452 presos e conta com a média de 7 agentes penitenciários por plantão quando devia ter a média de 50 agentes penitenciários por plantão.
A quantidade de arremessos por cima do muro são contínuas e este vídeo é apenas uma amostra do problema. Todos os dias são arremessos grande quantidade de materiais ilícitos por cima do muro em várias unidades. Tudo devido a falta de efetivo na guarda interna que deveria ter agentes penitenciários suficientes, bem como deveria ter policiais militares na guarda externa (guaritas).
Hoje, cerca de 60 % da guaritas estão desativadas, bem como a guarda interna de agentes penitenciários são pequenas ficando em torno em média em certas unidades com 6(seis) agentes e outras chegam em torno de 03 (três) agentes penitenciários.
Pior o Governo do Estado relatou anteriormente que iria convocar cerca de 500 (quinhentos) agentes penitenciários para fazerem curso de formação, e ao contrário relatado a imprensa só estará fazendo um curso de formação de 200 (Duzentos ) agentes penitenciários que só começará em setembro de 2018.
Por se faz necessário que o Estado cumpra o relatado a imprensa, a Sociedade Pernambucana e o acordo estabelecido em reunião com Secretário de Justiça Pedro Eurico.
O Compromisso do Estado de realizar outro grupo para o Curso de Formação se faz necessário para minimizar os problemas.
Será que o Estado vai cumprir o relatado e divulgado a imprensa e a Sociedade Pernambucana?
Lembramos que o Estado inaugurou o Presídio de Itaquitinga e Penitenciário de Tacaimbó e não convocou nenhum grupo de concursados e ao contrário retirou agentes penitenciários das unidades prisionais já existentes.
Tal ação fragilizou a segurança destas unidades, pois além de sobrecarregar os serviços por falta de agentes, reduziu a quantidade de rondas dentro das unidades prisionais no combate a prevenção de arremessos e impedir que presos se aproximem dos muros para pegar Taís materiais ilícitos jogados.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *